Música é TREMOR / Açores

A música, em formato festivaleiro, chega a Ponta Delgada, Ilha de São Miguel – Açores, com o Festival TREMOR. Dia 12 de abril, a música vai dar aos Açores ainda mais beleza, envolvendo para o feito a população local (é assim que se faz bem feito) e afirmando as nossas ilhas como palco obrigatório da música nacional.

Mirror People – projeto a solo de Rui Maia (X-Wife), Sequin – prestes a editar o disco de estreia, Torto – trio de virtuosos portuenses, Lovers & Lollypops Soundsystem, Teresa Gentil, bem como Sara Cruz, Lulu_Monde e Self Assistance – últimos nomes a serem confirmados, bandas que encerram o cartaz da primeira edição desta iniciativa que junta a Lovers & Lollypops à Yuzin Agenda Cultural; ou ainda Glockenwise, Filho da Mãe, Noiserv, Gonçalo, Memória de Peixe e Jibóia, que se juntam ao alinhamento; vão andar por espaços como
Arco 8, Ateneu Criativo, Travessa do Artista, Teatro Micaelense, Cantinho dos Anjos, Hostel 3/4, A Tasca, Loja Londrina, Baía dos Anjos, Igreja de Santa Bárbara e Galeria Fonseca Macedo

Este bem-vindo TREMOR de música é ousado e criativo, e uma proposta de vibração colectiva e urbana, que se quer e vai repetir várias vezes. A promessa é de, durante um dia, encher o centro histórico da maior cidade da ilha de São Miguel de música e gente, tomando de assalto os seus mais variados palcos, nos espaços acima referidos. Uma ilha, uma cidade, sítios tão distintos entre si, desde uma galeria até uma igreja, que serão todos, por um infindável dia, espaços de música. O objectivo do TREMOR, evento onde a música encontra Ponta Delgada, é deixar uma marca de qualidade sonora na cultura açoriana, no ano zero de um evento que se pretende muito duradouro, numa paisagem arrebatadora. Mais surpresas, aparições na cidade e actividades paralelas há ainda por desvendar… num próximo dia. “Os Açores são uma maravilha, não restem dúvidas: uma natureza arrebatadora, uma gastronomia inigualável e o acolhimento mais caloroso do universo. Se juntarmos a isso, uma geografia bem no centro do mundo e uma Ponta Delgada criativa em verdadeira efervescência e evolução cultural temos todos os motivos para partir rumo à Ilha de São Miguel” (Festival TREMOR). Vai ficar em casa?… •

+ TREMOR

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.