Rota das Estrelas ruma ao país vizinho

As Garzas é o primeiro restaurante da Corunha a acolher o evento gastronómico itinerante português transformando, assim, e por dois dias, a chamada Costa da Morte na capital gastronómica da Pernínsula Ibérica.

O chef anfitrião, Fernando Agrasar, Dieter Koschina, Ricardo Costa e Vítor Matos

Nos dias 18 e 19 de setembro, o chef Fernando Agrasar é o anfitrião espanhol que recebe no As Garzas (1 estrela Michelin e 1 sol, do Guia Repsol de 2015), três chefs de Portugal no âmbito da edição de 2015 da Rota das Estrelas para dois jantares. São eles o austríaco Dieter Koshina, do restaurante Vila Joya (2 estrelas Michelin 3 sóis, do Guia Repsol de 2015), em Albufeira, e os portugueses, Ricardo Costa, do The Yeatman (1 estrela Michelin e 2 sóis, do Guia Repsol de 2015), em Vila Nova de Gaia, e Vítor Matos, consultor gastronómico do Grupo Bodegão.

Vamos por partes. Fernando Agrasar, que inaugurou o seu restaurante As Garzas, na Corunha, em 1990, é conhecido pelos habitués pela sua cozinha tradicional de raiz galega, conjugando a matéria-prima local com a sofisticado toque contemporâneo com que apresenta o seus pratos.

Por sua vez, Dieter Koschina, que iniciou a sua rota pelos sabores na Alemanha até chegar à região algarvia, há 24 anos, tendo o restaurante do Vila Joya – o primeiro de Portugal – conquistado as duas estrelas Michelin em 1999, as quais tem vindo a alcançar desde então.

Ricardo Costa, da cozinha do The Yeatman terá sido, anteriormente, responsável pela colocação do restaurante do Vidago Palace Hotel no mapa gastronómico.

Por fim, Vitor Matos que, até este Verão, foi o chef do restaurante Largo do Paço, da Casa da Calçada (1 estrela Michelin e dois sóis, do Guia Repsol de 2015), em Amarante, tendo trabalhado no Vidago Palace Hotel, no Grande Hotel da Curia, no Tiara Park Atlantic Hotel, entre outros é, no presente, consultor gastronómico do Grupo Bodegão.

E porque, hoje, o vinho faz parte da gastronomia, ambos os repastos são harmonizados com uma seleção feita por José Ferrer considerado um verdadeiro perito no universo espanhol dos vinhos; e durante os dias do evento, o restaurante As Garzas é o ponto de partida de uma viagem do legado de Baco da Galiza e de Jeréz, entre os quais se encontram referências históricas que, de certo, valerão a pena conhecer.

Tudo boas razões para viajar até à Corunha. Bom apetite! •

Leia aqui mais artigos sobre a Rota das Estrelas.

+ Rota das Estrelas
+ As Garzas

Partilhe com os amigos:

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.