A festa da gastronomia francesa em Portugal

Por terras lusas, os sabores de França transmitem-se, revelam-se e partilham-se à mesa e através da fotografia num pantagruélico programa que culminará com o Goût de France, a 21 de março, e ao qual se junta a Festa da Francofonia.

Porque a cozinha francesa é um legado a preservar, os sabores e o savoir-faire transmitem-se, dando azo ao “Concurso Gastronomia Francesa 2016” organizado pela Embaixada de França e destinado a alunos das Escolas de Hotelaria de Lisboa e do Porto e a participação será em equipas dois, o qual está a ser supervisionado por um júri cujos elementos se reúnem dia 17, para eleger o menu que representará as referidas instituições de ensino no dia 21 de março, data em que se realiza o jantar na Embaixada de França em Portugal. Quanto aos prémios, estes serão, por sua vez, entregues por Matthias Fekl, secretário de Estado francês do Comércio Externo, da Promoção do Turismo e dos Franceses do Estrangeiro, e por Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, a 18 de março, às 9 horas, na Escola de Hotelaria e de Turismo de Lisboa, em Campo de Ourique, na cidade das sete colinas e tudo acontece no âmbito do programa “Sabores de França em festa”, organizado pela supramencionada entidade e o Instituto Francês de Portugal, integrado no “Goût de France”, o qual iniciou a sua incursão com os pratos a 8 de março e termina a 23.

Entretanto, os sabores de França revelam-se através da “Arts & Food”, a exposição composta por 80 fotografias que se comem com os olhos pois, aqui, a comida torna-se ainda mais apetecível perante o olhar de gourmets e gourmands e que resulta num trabalho artístico com cartas dadas no presente. A mostra, patente desde 8 de março, é para visitar no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), em Lisboa, até 23 de março. A entrada é livre.

E, uma vez que os sabores franceses se partilham, no alinhamento do programa está marcada uma conferência gulosa, seguida de degustação, ou não fosse o tema “Os grandes clássicos da pastelaria francesa”. À mesa estarão Mouette Barboff, Doutorada em etnologia-antropologia social, e especialista da cultura culinária em França e na Europa, Matthieu Croiger, da pastelaria L’Eclair, em Lisboa, Patrick Hémond, do Glaces des Alpes, pastelaria de Allonzier la Caille, na região Auvergne-Rhône-Alpes, em França, e Patrick Mignot, representante dos chocolates Valrhona, em Portugal. Apesar da entrada ser livre, esta deleitosa sugestão agendada entre as 19 e as 21.30 horas do dia 15 de março, no ISEG, carece de reserva no site https://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-conference-les-grands-classiques-de-la-patisserie-francaise-22415807283.

Eis que chegamos à noite de 21 de março, data da segunda edição do “Goût de France”. Inspirado nos célebres jantares de Epicuro iniciados, em 1912, pelo carismático Auguste Escoffier, o evento celebra a gastronomia francesa , reunindo 35 restaurantes em Portugal (confira a lista dos restaurantes participantes aqui) num total que ultrapassa os 1500 chefs e restaurantes em todo o mundo.

A Festa da Francofonia

“A noite dos francóforos”. Assim se chama o novo desafio da Festa da Francofonia 2016 que, para este ano, destaca a sétima arte na cidade de Coimbra, desafiando todos a viver uma noite em branco. De acordo com o programa, serão exibidos oito filmes, entre curtas e longas metragens, legendados em português e pautados por momentos de convívio gastronómico e musical, no auditório do Conservatório de Música de Coimbra. Tudo boas razões para sair de casa por uma noite, entre as 16.30 horas de amanhã, dia 11, até às 6.15 de sábado, dia 12, hora em que será servido o pequeno-almoço com os amigos, os colegas ou em família. Os filmes são para maiores de 12 anos e a entrada é livre de acordo com os lugares disponíveis, entre outras atividades para consultar aqui.

Mas a Festa da Francofonia, que começou a 8 de março e termina a 28 do mesmo mês, não termina aqui, uma vez que o evento se estende por mais 16 cidades portuguesas com programas culturais a consultar aqui.

Fora de portas, Andorra, Bélgica, Canadá, França, Luxemburgo, Marrocos, Roménia, Suíça e Tunísia também se juntaram para festejar a francofonia. •

+ Sabores de França em festa
© Fotografia: João Pedro Rato

Partilhe com os amigos