Tennessee Williams no TMJB

“A noite da iguana” é a primeira das duas peças de Tennessee Williams que os Artistas Unidos levam ao Teatro Municipal Joaquim Benite (TMJB) este ano, ambas encenadas por Jorge Silva Melo.

Estreada na Broadway, em 1961, “A noite da iguana” foi o último grande sucesso de Tennessee Williams. Lawrence Shannon, um pastor afastado da igreja por escândalos sexuais, e Hannah Jelkes, uma pintora de meia-idade aparentemente conformada com a sua profunda solidão, são os protagonistas de uma história que, segundo a crítica, revela mais sobre a intimidade do autor do que qualquer outro trabalho seu. Os caminhos de ambos cruzam-se numa pensão modesta, na costa do Pacífico, e põem a nu dramas de consciência, cicatrizes deixadas pela educação e pelo meio e, sobretudo, um mesmo desejo de liberdade, que se encontra personificado na iguana que permanece amarrada na varanda.

Tennessee Williams (1911-1983) escreveu uma parte considerável da sua obra inspirado pelo Sul dos Estados Unidos, de onde era natural. Algumas das suas peças foram adaptadas para cinema e transformaram-se em verdadeiros clássicos. Foi o caso de “Um eléctrico chamado desejo” e “Gata em telhado de zinco quente”, vencedoras do Prémio Pulitzer. Os Artistas Unidos têm vindo a dedicar um ciclo a este autor.

No palco, como intérpretes, estarão Américo Silva, Ana Amaral, Bruno Xavier, Catarina Wallenstein, Isabel Muñoz Cardoso, Joana Bárcia, João Delgado, João Meireles, Maria João Luís, Nuno Lopes, Pedro Carraca, Pedro Gabriel Marques, Tiago Matias e Vânia Rodrigues. Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves.

“A noite da iguana” estará em cena no sábado, dia 25 de Março, às 21h00, e no domingo, dia 26 de Março, às 16h00. No dia 25 de Março, às 18h00, haverá uma Conversa com o público no foyer do TMJB, com a presença de Jorge Silva Melo.

A ir, em Almada. •

TMJB
© Fotografia: DR.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.