Benjamin Francis Leftwich / Misty Fest’17

E para fechar a semana, mais uma confirmação para o incontornável festival de outono: Misty Fest.

O The Guardian descreve “After The Rain”, o mais recente trabalho de Benjamin Francis Leftwich, como “uma coisa delicada, preciosa e estranhamente reconfortante“. São palavras certeiras, a que a publicação britânica de referência dedica ao segundo álbum do cantautor criado no cenário campestre de Yorkshire e agora baseado na zona de Tottenham, em Londres. Um fenómeno improvável do Spotify de um jovem de 27 anos com mais de dois milhões de pessoas a escutarem mensalmente as suas delicadas canções nessa plataforma de streaming.

A carreira de Benjamin Francis Leftwich tem um claro “antes e depois”. O álbum de estreia, “Last Smoke Before the Snowstorm”, editado em 2011, mereceu amplos elogios da imprensa especializada, que vê nele uma espécie de novo José Gonzalez, e alimentou uma digressão de que a sua imagem saiu firmada: um sério compositor, capaz de encantar com as suas palavras e melodias, com a sua voz e a sua guitarra. Mas depois o mundo desabou: o pai de Benjamin ficou seriamente doente, sucumbindo a um cancro que o artista viu desenvolver-se de muito perto. “After The Rain” é o resultado desse intenso processo de dor e cura. Benjamin quase abandonou a música, viajou para se reencontrar, foi até à Austrália em busca do conforto da família. E acabou por reencontrar, inevitavelmente, a música.

“After The Rain” é o som de Benjamin a encontrar paz dentro de si uma vez mais. Apesar de estar formalmente perto da folk, Benjamin não é alheio a influências exteriores e confessa admiração pelo hip hop e por artistas como Drake, usa electrónica na base de algumas das suas criações, como a extraordinária “Mayflies”. Extraordinária, aliás, é toda a sua música que em palco parece ganhar uma vida ainda mais incrível e densa, puxando quem a ouve para dentro de um dos mais intrigantes universos pessoais gerados pelos cantautores contemporâneos. Vê-lo será, certamente, revelação para muitos.

Por cá, os dois dias reservados a Benjamin são:
08/11 – Centro Cultural de Belém, Lisboa.
09/11 – Auditório Academia de Música de Espinho, Espinho.

A tomar nota. A não perder, no próximo outono. •

Misty Fest
Misty Fest na Mutante
Benjamin Francis Leftwich
© Imagem de capa: pormenor do cartaz de divulgação.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.