António Zambujo / Açores

A quem está nos Açores, ou estará no mês de Maio, preparem vossas agendas que a tour açoreana de António Zambujo está quase a começar e já há datas extra.

A forte resposta do público açoreano do Faial, São Jorge, Pico e Flores – com o Teatro Faialense, na cidade da Horta, a esgotar em apenas 2 horas; o Auditório Municipal das Velas, em São Jorge, em 4 horas; e o Auditório da Madalena, no Pico, em 8 horas –, levou à marcação de concertos extra nestas ilhas, elevando para 13 o número de espectáculos da digressão que leva António Zambujo a percorrer todo o arquipélago dos Açores, entre 02 e 20 de Maio. A informação de agenda e bilheteira pode ser consultada abaixo.

António Zambujo, que já actuou em São Miguel, Terceira e Faial, está a uma semana de começar a construir memórias nas restantes ilhas. A digressão arranca em São Miguel, no Teatro Micaelense, dia 02 de Maio; segue-se Santa Maria, no Clube Asas do Atlântico, dia 04; Faial, no Teatro Faialense, dias 05 e 06; Pico, no Auditório da Madalena, dias 08 e 09; São Jorge, no Auditório Municipal das Velas, com dois concertos no dia 11; Terceira, no Centro Cultural e de Congressos, dia 13; Graciosa, no Centro Cultural de Santa Cruz, dia 16; Flores, no Auditório do Museu Municipal, com dois concertos no dia 18; e, por fim, no Corvo, dia 20, a ilha mais pequena do arquipélago, com apenas cerca de 400 habitantes, onde o espectáculo se realiza num local surpresa, a anunciar brevemente.

A digressão pelas nove ilhas do arquipélago dos Açores é um objectivo que António Zambujo começou por sonhar sozinho, contagiou muitos pelo caminho e em breve será de todos os que assistirem aos concertos. A solo, mas acompanhado pela sua guitarra e pelo seu vasto repertório que também visita alguns clássicos do cancioneiro açoreano, António Zambujo não será diferente daquilo que sempre é, um cantor e músico de excepção, com uma capacidade única de cativar o público com a sua simpatia.

António Zambujo é um nome incontornável da música portuguesa contemporânea, somando salas esgotadas, dentro e fora de Portugal, e vários prémios. O seu percurso musical tem sido trilhado entre o Fado e o Cante Alentejano, num estilo único. A pulsação da sua música deixa perceber ainda uma frequência marcada pelo ritmo da MPB, que tem sido progressivamente assumida ao longo dos sete discos que já editou e que está particularmente presente no último, “Até Pensei Que Fosse Minha”, uma homenagem a Chico Buarque, que contou com a colaboração do próprio e colheu a primeira nomeação de António Zambujo para um Grammy Latino.

E são estas as datas da Açoreana Tour António Zambujo 2018:
02/05, 21h30 – Teatro Micaelense, São Miguel, Ponta Delgada.
04/05, 22h00 – Clube Asas do Atlântico, Sta. Maria, Vila do Porto.
05/05, 21h30 – Teatro Faialense, Faial, Horta.
06/05, 21h30 – Teatro Faialense, Faial, Horta. Esgotado.
08/05, 21h30 – Auditório da Madalena, Pico.
09/05, 21h30 – Auditório da Madalena, Pico. Esgotado.
11/05, 20h00 – Auditório Municipal das Velas, S. Jorge, Velas. Esgotado.
11/05, 23h00 – Auditório Municipal das Velas, S. Jorge, Velas.
13/05, 21h30 – CCC Angra do Heroísmo, Terceira, Angra do Heroísmo.
16/05, 21h30 – Centro Cultural, Graciosa.
18/05, 20h00 – Auditório do Museu Municipal, Flores.
18/05, 23h00 – Auditório do Museu Municipal, Flores.
20/05 – Local surpresa, Corvo.

Se tiver pelos Açores, é a não perder.

+ António Zambujo
© Imagem de capa: do vídeo “Valsinha”.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.