O lado positivo da cozinha mora em Lisboa / Optimista

As cartas são inspiradas, sobretudo, no receituário regional do nosso país. Cada garfada aviva memórias, sabores deixados pelas nossas avós, pais ou tios que já foram cozinheiros. Tudo é saboreado num ambiente descontraído e pensado ao pormenor. O espaço, localizado entre o Cais do Sodré e Santos, é pequeno, mas muito acolhedor. As seculares arcadas deixam antever Pureza, a mascote deste espaço optimista, luminoso, confortável e determinado pelo cruzamento entre o clássico e o contemporâneo. Os autores são Jorge Guimarães, arquitecto, e Rita Andringa, designer de interiores, que deixaram o lambril em pedra e o pavimento hidráulico mostrarem o seu valor. Sem esquecer a arte, elementos importante neste conjunto de peças que comungam com as cerâmicas discretamente distribuídas pelas arcadas, a tapeçaria da Ferreira de Sá, de Espinho, os quadros e a fotografia. Tudo tem uma explicação. Filipe Rocha e Rita Andringa concretizaram, finalmente, o sonho de abrir um restaurante. Depois dos supper clubs em casa e da Cafetaria Carpe Diem, no Bairro Alto – onde a arte a comida se conjugavam no mesmo espaço –, ambos abriram as portas deste Optimista em Outubro de 2017. Ao casal juntou-se, mais tarde, Pedro Ventura, que assistiu, desde o início, a este projecto. … Continue a ler O lado positivo da cozinha mora em Lisboa / Optimista