A Rocha, o caracol em vinho “Baga” e o robalo com sauce thai do chef Vítor Dias

O restaurante Arcadas, da Quinta das Lágrimas, em Coimbra, foi a Lisboa mostrar um trecho da carta deste Outono e Inverno. O desfile de pratos foi acompanhado de vinhos da Bairrada e do Dão.

Caracol em vinho “Baga” e orégãos

Palco gastronómico com vista para um jardim por onde a História passou, o restaurante Arcadas tem, desde 2015, Vítor Dias como chef executivo. Natural de Cantanhede, conhece a região de fio a pavio e não raras vezes a percorre à procura de produto. Segundo as suas palavras, “tem sido fácil manter essa relação com os produtores locais” já que o objectivo é dar mais ênfase à região de Coimbra, “desde a serra de Sicó à Figueira da Foz, sem esquecer Aveiro”, acrescenta.

Vítor Dias faz questão de ir mais além, desta feita com, por exemplo, os cuscus de Bragança ou a gamba do Algarve, dois outros ingredientes incluídos nos novos menus do Arcadas. A mais-valia está associada, ainda, aos produtos colhidos na horta localizada dentro desta paradisíaca e enigmática propriedade situada do lado esquerdo do rio Mondego.

Só para despertar a curiosidade, o chef executivo do restaurante da Quinta das Lágrimas preparou um teaser do Menu Região. O início foi protagonizado pel’ “A Rocha”. O amouse buche é alusivo à rocha onde permanece, segundo a lenda, o sangue de Inês de Castro, o grande amor de D. Pedro mandada matar por D. Afonso IV e de cujas lágrimas derma origem à Fonte das Lágrimas e, por conseguinte, ao do local. Esta rocha, ao contrário da verdadeira – claro está – é feita de manteiga de cacau, por fora, e recheado com menta, lima e Licor Beirão, a bebida criada, em meados do século XX, na Lousã, por José Carranca Redondo. 

O caracol, cozinhado em vinho feito a partir da Baga, a casta-rainha da Região Demarcada da Bairrada, e acompanhado por pimento e feijão verde é um dos “cumprimentos” do chef no Menu Região. 

A harmonização de ambos foi acompanhada pelo espumante Quinta do Valdoeiro, feito a partir das castas Baga e Chardonnay, da Caves Messias, na Bairrada. 

A entrada, protagonizada pelo carabineiro do Algarve, não dispensa a cabeça do crustáceo

A próxima paragem é no Algarve. Desta região, o chef Vítor Dias escolheu o carabineiro, combinou-o com um falso tomate recheado com gamba e um outro, verdadeiro, com vinagre. Juntou, ao prato, gel de coentros e, por fim, o gaspecho de tomate.

Do lado de Baco foi sugerido o Regateiro Reserva branco 2016, com as castas Arinto e Bical, também da Bairrada.

O robalo foi o peixe do dia para este prato

Localizado a escassos quilómetros da Costa de Prata, o restaurante Arcadas tem o privilégio de receber, na sua cozinha, peixe fresco. Desta vez foi o robalo que, com sauce thai, o manjericão, o molho de coentros, o aipo e a salada de pepino, compuseram o prato de peixe do Menu Pedro & Inês.

Para este foi eleito Pedro & Inês branco 2015, um vinho do Dão cuja feitura, determinada pelo enólogo Carlos Lucas, envolveu as castas Malvasia Fina e Encruzado, representativas, respectivamente, das duas personagens desta história de amor.

Pombo, puré de maçã e figo

Já o Pedro & Inês tinto 2014, feito a partir das variedade de uva Alfrocheiro e Touriga Nacional desenhado, também, por Carlos Lucas, fez companhia ao pombo com puré de maçã e figo em conserva com especiarias. Prato com “sabor” a Inverno.

As texturas de chocolate, o gelado de maracujá e o pistácio compõem a floresta doce do chef Vítor Dias

A floresta doce, sobremesa do Menu Região, é inspirada, por sua vez, na bucólica mata da Quinta das Lágrimas. Algodão doce, chocolate, pistácio e maracujá, em gelado, são os ingredientes deste último prato do alinhamento levado para Lisboa. Servido foi, ainda, o Abafado 2005, da Quinta das Bágeiras, localizada na Bairrada, feito com a casta Baga.

O desfecho foi protagonizado por pequenos e memoráveis pastéis de Tentúgal levados à mesa sob favos de mel em miniatura produzidos em Semide, no concelho de Miranda do Corvo.

O quinteto vínico do almoço privilegiou as regiões vintivinícolas da Bairrada e do Dão

Resta, agora, desfrutar destes e de outros sabores da carta e dos menus de degustação no Arcadas, da Quinta das Lágrimas, em Coimbra. A reserva pode ser feita através do 239 802 380.

Bom apetite! •

+ Restaurante Arcadas
© Fotografia: João Pedro Rato

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.