EXPERIENCE, PORTUGAL, TRAVEL 0

Venha a nós o ócio de cada dia / Craveiral Farmhouse

Entre a natureza autóctone e os ecos da serenidade está um refúgio de portas abertas à comunidade e a quem gosta de conjugar férias com minimalismo na arte de bem viver em pleno Parque Natural da Costa Vicentina e do Sudoeste Alentejano.


O núcleo composto por 11 casas e uma piscina exterior está reservado apenas para adultos que queiram desfrutar calmamente das férias

Onde, outrora, foi um campo de plantação de cravos é, hoje, o Craveiral Farmhouse, propriedade localizada em São Teotónio, no concelho de Odemira, cuja estreia aconteceu no Verão de 2019. Desde então, o turismo rural de Pedro Franca Pinto, advogado de profissão, tem vindo a ser objecto de afinações contínuas. 


Cada casa confere conforto e privilegia a entrada de luz solar todos os dias

Só para começar, invés de um hotel, foram construídas 38 casas desenhadas por Pedro Wladimir e Emanuel Cecílio, com a finalidade de bem receber os hóspedes. Todas têm cozinha equipada e estão distribuídas por quatros núcleos, um dos quais, composto por 11 casas e uma piscina comum, é reservado só para adultos; as restantes 27 estão pensadas para famílias.


O minimalismo toma conta de cada recanto pensado para casais e famílias

Os interiores são agraciados por peças de mobiliário de cunho nacional e objectos de decoração de design português coloridos. 


O enorme macramé de Dina Cunha, da Oficina 166, toma conta da parede do restaurante do Craveiral

Além do casario de exterior branco e traço rectilíneo, complementado pelos passadiços em madeira – pretexto para uma caminhada a qualquer hora do dia –, o Craveiral Farmhouse integra, ainda, um enorme edifício cujo interior tem a assinatura do arquitecto Tiago Silva Dias. Aqui estão instalados a recepção e a loja onde estão à venda produtos regionais e alusivos ao Alentejo, bem como o lounge e o restaurante distribuídos por zonas criadas em open space de mãos dadas com os quadros do artista e arquitecto Bruno Castro Santos e a instalação em macramé de Diana Cunha, da Oficina 166. O edifício contíguo é dedicado ao bem-estar – tem piscina. 

Conjugados, ambos formam a letra “L”, como se estivessem a proteger a piscina exterior rodeada pelo deck, de onde se ouve sonoridades escolhidas a dedo, se desfruta da tranquilidade, se sente o cheiro da flora autóctone de cada estação do ano, se ouve o chilrear dos pássaros e onde se faz uma pausa no tempo.

Um presente para o futuro dos filhos


A visita aos animais é um dos momentos mais desejados dos hóspedes mais novos

O projecto nasceu, em 2010, na cabeça de Pedro Franca Pinto, advogado na área do imobiliário turístico e na restruturação de empresas. A vontade de deixar algo para os filhos pesou na decisão de concretizar o sonho que, ao final da quarta tentativa, se tornou realidade. 

Construir casas com divisões cheias de luz natural foi uma premissa. A reutilização das águas pluviais, também. “A água dos duches e das lavagens são tratadas na ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) da propriedade. A horta é regada com água do furo e adaptámos a produção em modo produção biológico”, acrescenta o nosso anfitrião, referindo-se ao pomar e à horta, estando esta ligada à cozinha do restaurante do Craveiral. “O lixo orgânico é utilizado para fazer compostagem e dar de comer aos animais”, isto é, aos porcos, às galinhas, às cabras, aos burros, entre outros, que despertam a curiosidade dos pequenos hóspedes. 


Entre passeio a cavalo, moto 4 e de tractor, há quem prefira o de bicicleta entre as casas e nos passadiços da propriedade

Ou seja, a sustentabilidade é a palavra-chave do Craveiral Farmhouse, onde os passeios a cavalo, de bicicleta, de moto 4 e de tractores consta na lista de preferências dos hóspedes. Em paralelo, há outras acções possíveis de serem postas em prática, como o surf e o paddle, a terem lugar nas praias próximas, ou a pesca artesanal na Barragem de Santa Clara, realizadas em parcerias com empresas locais.

“O Craveiral já tem vida própria”, afirma Pedro Franca Pinto. “Tem sido fácil reter as pessoas aqui. Estão todas muito envolvidas no projecto”, além de que tem o gosto de abrir as portas deste espaço à comunidade. Por isso, e para além da exposição/instalação concretizada no início de Junho, o proprietário quer pôr em prática outras acções, com o propósito de abrir portas do Craveiral Farmhouse à comunidade local que, aliás, é sempre bem-vinda a este lugar.

Da horta para o forno e para a mesa


O pequeno-almoço é só o começo de um novo dia… de férias!

É por isso que Pedro Franca Pinto quer ver o restaurante do seu turismo rural aberto, também, a todos. Prepare-se, então, para uma carta recheada de “sabores alentejanos reinterpretados” pela cozinha deste espaço descontraído e igualmente luminoso. “Da horta para a mesa” é o que se quer, ainda, neste restaurante, ou não fosse a horta do Craveiral Farmhouse uma das “meninas dos seus olhos”. A hora de almoço é preenchida por saladas. “Há-as todos os dias.” O objectivo de Pedro Franca Pinto é que “a restauração seja autónoma em relação ao alojamento”, confessa.

A Craveiral Pizzeria com Vida by In Bocca al Lupo é, por sua vez, a sua mais recente aposta. Trata-se de uma restaurante com pizzas feitas a partir de produtos biológicos – provenientes, sempre que possível, de pequenos produtores alentejanos – criado em parceria com a In Bocca al Lupo, pizzaria localizada no Príncipe Real, e a Associação Vila com Vida, dedicada a jovens com perturbação ligeira do neurodesenvolvimento. O objectivo consiste, precisamente, na implementação de, segundo o comunicado, “um restaurante que tem por objetivo maior a integração e promoção da autonomia e empregabilidade de jovens-adultos com défice intelectual do Alentejo, zona do país onde há poucas oportunidades”.

Convém falar acerca da refeição matinal: o pequeno-almoço. Este é composto maioritariamente por produtos regionais. É de referir que, aqui, pão alentejano é quem mais ordena. Tomate, queijo fresco e orégãos, frutos secos, queijos e compotas, fruta e sumo, leite e iogurtes, ovos mexidos e panquecas a gosto, e bolo caseiro complementam este pequeno banquete.

Acalentado o estômago e a alma, há tempo de sobra para vários mergulhos na piscina e de fazer o ócio durante a pausa – curta ou prolongada – no trabalho. 

Boa férias!


+ Craveiral Farmhouse
© Fotografia: João Pedro Rato
+ Agradecemos à Toyota o apoio na realização desta viagem, com o modelo Toyota Corolla Touring Sports 2.0 HSD da gama Square Collection

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

You Might Also Like

No Comments

Leave a reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.