Festival dos Quartetos de Cordas / Gulbenkian

Na Gulbenkian, em Lisboa, o Festival dos Quartetos de Cordas apresenta, ao longo do próximo fim-de-semana, algumas das mais conceituadas e obrigatórias formações da atualidade em música de câmara.

Cuarteto CasalsQuarteto TejoJerusalem QuartetBorusan QuartetMarmen Quartet e Quatuor Danel, serão os protagonistas deste festival de música de câmara, realizado em parceria com a Bienal de Quartetos de Cordas da Philharmonie de Paris, e que tem vindo a atrair cada vez mais público ao Grande Auditório. O programa inclui uma ampla mostra de obras de compositores como Haydn, Beethoven, Schubert ou Dvořák, dando também a ouvir peças contemporâneas com destaque para a estreia absoluta de uma obra do compositor português Nuno Costa, encomendada pela Fundação Gulbenkian.

Excelente oportunidade para ouvir algumas das mais célebres obras para quarteto de cordas, interpretadas por exímios músicos, e, em simultâneo, descobrir peças menos conhecidas ou nunca ouvidas, capazes de surpreender o público pela sua rara beleza.

22/01, 15h00 – 17h00 / Cuarteto Casals
O quarteto espanhol tem atuado nas principais salas como o Carnegie Hall de Nova Iorque, Philharmonie de Berlim ou o Concertgebouw de Amesterdão. Na Gulbenkian, irá apresentar um programa com obras de Haydn, Beethoven e Chostakovitch, interpretações elogiadas na imprensa internacional: “A confirmação de uns virtuosos”, titulou o The Independent.

22/01, 18h00 – 20h00 / Quarteto Tejo
Vencedor do 1º prémio no concurso Prémio Jovens Músicos, categoria Música de Câmara- nível superior, o Quarteto Tejo irá interpretar a Morte e a Donzela de Schubert e apresentar em estreia mundial uma obra do compositor português Nuno Costa.

22/01, 21h00 – 23h00 / Jerusalem Quartet
“Um absoluto triunfo! Eles tocaram tal e qual como gostaríamos que tocassem.” é apenas um exemplo de crítica, da BBC Music Magazine, que o Jerusalem Quartet tem recebido. No Grande Auditório, irá apresentar um programa com obras de Beethoven, Chostakovitch e Dvořák.

23/01, 12h00 – 14h00 / Borusan Quartet
Oriundo da Turquia, este surpreendente quarteto já conquistou vários prémios de música de câmara e o seu repertório inclui compositores clássicos, mas também música contemporânea, dando destaque a compositores turcos. Nesta edição do Festival irá interpretar obras de Tchaikovsky, Mendelssohn e Fazil Say.

23/01, 15h00 – 17h00 / Marmen Quartet
Um dos mais entusiasmantes ensembles europeus marcará presença na Gulbenkian com um programa que inclui peças de Haydn, Ligeti, Salina Fisher e Brahms. Formado no Royal College of Music de Londres, este quarteto rapidamente atingiu um estatuto internacional com a conquista do Grande Prémio no Festival dos Quartetos de Cordas de Bordéus.

23/01, 18h00 – 20h00 / Quatuor Danel
O mais veterano quarteto do Festival, fundado em 1991, sobe ao Grande Auditório para apresentar um programa com obras de Brahms, Debussy e Chostakovitch, este último com um lugar destacado no repertório da formação francesa, que já gravou a integral dos quartetos de cordas do compositor russo.

A tomar nota na sua excelência. A não perder mais um momento de música virtuosa, na Gulbenkian. •

+ Gulbenkian Música
© Fotografia: Cuarteto Casals, DR.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.