De regresso: A Música dá Trabalho / Omnichord

A Música Dá Trabalho – projecto visa apresentar as diferentes funções na área aos alunos do ensino básico e secundário – volta a visitar as escolas do centro do país, a bem de uma formação e educação onde se decifra o universo da Música, valorizando-a no seu todo, em todos os seus ramos.

Arrancou na recta final de 2021 (e nós não deixámos de colocar a voz no trombone anunciando um projecto que nos conquistou numa fracção de segundo – reler aqui) o projecto A Música Dá Trabalho (AMDT) que, através de um livro e de visitas a escolas, pretende dar a conhecer aos mais novos as diferentes profissões associadas ao universo da música. Depois de uma bem sucedida primeira volta por escolas do centro do país, o AMDT vai propor conversas e actuações de Cabrita, Catraia,  David FonsecaJerónimoFew FingersFirst Breath After Coma, LabaqRua DireitaSean Riley & The Slowriders e Whales a mais 10 estabelecimentos de ensino da região. Entre 14 de fevereiro e 21 de março, os alunos do ensino básico e secundário poderão ficar a conhecer as histórias e os desafios profissionais de quem escolheu a música como carreira

Cada visita às escolas é antecipada pelo envio de uma publicação desdobrável que vai apresentar uma ilustração e um pequeno texto sobre cada uma das funções ligadas ao sector da música: o compositor, a escritora, a intérprete, o engenheiro de som, o designer, a fotógrafa, o editor, a lojista, a realizadora de vídeo, o relações públicas, a gestora de redes sociais, o manager, a agente, o divulgador, a programadora, o técnico de som, o técnico de luz, a contabilista, o assistente de palco, a assistente de artista, a ouvinte e o espetador. O A Música Dá Trabalho pretende, assim, que o público escolar se familiarize com todo o processo que um espetáculo musical envolve, desde a chegada do material e dos técnicos ao concerto em si e ao processo de desmontagem. Uma acção que se entende poder ser um passo importante na criação de boas práticas de empregabilidade e sustentabilidade, combatendo assimetrias económicas e a precariedade no setor cultural.

Calendário A MÚSICA DÁ TRABALHO 2022:
14/02 – Escola Básica e Secundária Henrique Sommer – Catraia 
15/02 – Escola Básica Integrada das Colmeias – Jeronimo
17/02 – Escola Primária da Barosa – Labaq
22/02 – Escola Secundária Domingos Sequeira – David Fonseca
23/02 – Escola Básica Amarela – Cabrita
07/03 – Centro Escolar da Barreira – Whales
08/03 – Escola Básica Dr. Correia Mateus – Rua Direita
14/03 – Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo – Sean Riley & The Slowriders
15/03 – Escola Básica de Capuchos – Few Fingers
21/03 – Escola Básica dos Marrazes – First Breath After Coma

Um projecto educativo que, para nós Mutantes, é exemplar e um dos bons e obrigatórios caminhos a seguir para uma sensibilização e educação para a Cultura, comme il faut.
Porque ser músico, técnico de luz, fotógrafo, agente, programador, engenheiro de som… é uma escolha de carreira e não apenas um extra. •

Omnichord
© Fotografia: DR.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.