ART, EXPOSIÇÕES, NOW 0

[Actualizado] Rota Artística ESPORO

A Mutante actualiza o artigo anteriormente publicado para que possam reorganizar a vossa agenda para este evento tão especial.

•••

Esta é a comunicação que não gostaríamos de ter de fazer, mas a situação actual a isso nos obriga:

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para manutenção das altas temperaturas e elevado risco de incêndio rural, ao possível prolongamento da Declaração de Situação de Contingência para todo o território continental e o cenário de incêndios que se vive no concelho de Ansião, informamos que as actividades previstas para os próximos dias 15 (6º feira), 16 (sábado) e 17 (domingo) de Julho, no âmbito da apresentação da Rota ESPORO, sofrem as seguintes alterações:

– 15 Julho, 6º feira_ Ansião
adiamento de todas as actividades até nova data a anunciar proximamente;
– 16 Julho, sábado _ Figueiró dos Vinhos
todas as actividades serão relocalizadas para a malha urbana, sede de concelho, nomeadamente para o Jardim do Parque Municipal, Jardim do Casulo de Malhoa e Casa da Cultura;
– 17 Julho, domingo _ Proença-a-Nova
todas as actividades serão relocalizadas para a malha urbana, sede de concelho, especificamente para o Parque Urbano Comendador João Martins (junto ao espaço infantojuvenil);
– as visitas guiadas, orientadas pela curadora e coordenadora do projecto ESPORO, Lara Seixo Rodrigues, serão agendadas para data a anunciar brevemente.

Programa alterado para sábado (16 de Julho) e domingo (17 de Julho) 

Figueiró dos Vinhos
Ana Lua Caiano _ concerto 
Casulo de Malhoa
17h00

Rizoma de Rita Carmo Martins _ performance
Jardim do Casulo de Malhoa 
17h30

Celino _ concerto 
Casulo de Malhoa
18h00

Homem em Catarse _ concerto 
Coreto 
18h30

Carmim de Joana Martins _ performance
Jardim do Parque Municipal 
19h00

Valter Lobo – concerto 
Casa da Cultura 
21h00

Proença-a-Nova
Rizoma de Rita Carmo Martins _ performance
Parque Urbano
17h00

João Barradas _ concerto 
Parque Urbano
17h30
Arianna Casellas _ concerto 
Parque Urbano
18h00

Carmim de Joana Martins _ performance
Parque Urbano
18h30

Bia Maria – concerto 
Parque Urbano
19h00

Esta medida tomada pelos municípios de Figueiró dos Vinhos, Ansião e Proença-a-Nova, promotores do projeto ESPORO, considera o actual estado de alerta do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS), para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) que colocou em nível VERMELHO os respectivos distritos de Leiria e Castelo Branco. 

O ESPORO, enquanto projeto de disseminação cultural e artística, que se assume como uma semente que ambiciona a criação de novos olhares e percursos sobre o território, na relação da arte com a natureza e de ambas com a comunidade, vê desta forma comprometida/debilitada a apresentação e celebração do trabalho desenvolvido durante os últimos 8 meses junto da comunidade que nos acolhe, mas vê reforçada a pertinência e relevância da sua missão e mensagem, de cuidado, encontro e valorização do património natural destes territórios do Pinhal Interior.

Lamentamos o sucedido e daremos notícias brevemente. Por favor, estejam atentos ao nosso website e redes sociais.

A equipa ESPORO

•••

Abaixo, o artigo publicado a 08/07/2022 com toda a informação sobre este evento, a sua génese e objectivos, junto com a programação original.

O ESPORO assume-se como uma semente que vem produzir novos olhares e percursos na relação da arte com a natureza e de ambas com a comunidade. É um projeto de disseminação cultural e artística promovido pelos municípios de Figueiró dos Vinhos, Ansião e Proença-a-Nova, de acesso livre e que se baseia na conservação, proteção, promoção e desenvolvimento do património natural e cultural.

A decorrer de janeiro a outubro, o ESPORO conta com mais de uma dezena de artistas – entre os quais se destacam os portugueses João Louro, Maria Ana Vasco Costa, ±MaisMenos± e Pedro Gramaxo e os internacionais Bosoletti e NeSpoon – que, de acordo com as suas preocupações, abordagens conceptuais e com a sua estética, desenvolveram intervenções/instalações, em diversos formatos, medias e temporalidades, em alguns lugares destes territórios, lugares esses onde a natureza prevalece.

© Colectivo Til (PT)

Depois de algum tempo a conhecer as linhas destes territórios e a relacionar-se com aqueles e com aquilo que a desenham, o ESPORO chega agora a uma espécie de auge da sua programação. A apresentação da ROTA ESPORO decorre já nos próximos dias 15, 16 e 17 de Julho e é o momento em que somos todos convidados para assistir à concretização efetiva de cada uma das obras site specific. Esta apresentação será conduzida ao longo dos três dias, pela curadora e coordenadora geral do projeto, Lara Seixo Rodrigues e contará com a presença de alguns dos artistas participantes. A esta ideia de descoberta em movimento aliam-se também a música e a performance que acrescentam texturas a esta experiência de disseminação cultural.

Para cada dia, um município.
ROTA ESPORO começa na sexta-feira, dia 15, em Ansião, com inauguração oficial a começar pelas 15h00, no Casal Soeiro, com a peça “Capela”, da artista polaca NeSpoon — conhecida pelo seu singular trabalho em renda, que conta já com várias passagens por Portugal e por este território — em diálogo com um concerto de Sérgio Carolino — um dos grandes tubistas portugueses e mundiais, pródigo na sua abordagem ao jazz e à música improvisada. Uma confluência que acontece na maior mancha de carvalho-cerquinho da Europa e que como tal pretende homenageá-la.

No sábado, dia 16, viaja-se até Figueiró dos Vinhos, onde no Miradouro das Fragas de São Simão, pelas 16h00, a intervenção artística de João Louro — artista português que insiste na palavra escrita como fonte primária de linguagem para repensar a história da imagem na cultura contemporânea — bate de frente com o universo intimista e exploratório de Homem em Catarse — alter-ego do multi-instrumentista barcelense Afonso Dorido. À noite, pelas 21h00, a melancolia do cantautor Valter Lobo invade o centro da vila de Figueiró dos Vinhos. 

Dia 17, domingo, em Proença-a-Nova, às 15h30, o estúdio de arquitectos Sawu oferece uma “Coroa” para uma ponte. É na Ribeira de Vale d’Água que a instalação destes artistas espanhóis que privilegiam a relação com a efemeridade e a ativação da memória, neste caso a das aldeias de Vale d’Água e Pergulho, vai ser inaugurada. A acompanhá-la estará João Barradas, um virtuoso do acordeão, com um enorme reconhecimento além fronteiras, que navega entre a música improvisada, o jazz e a música clássica.

© NeSpoon (PL)

Uma proposta exigente, que se propaga por um território ainda vasto. Como tal, para que não existam desculpas com a dificuldade de deslocação, em cada um dos municípios parceiros teremos autocarros disponíveis durante todo o dia até aos doze locais singulares onde decorreram as intervenções dos artistas convidados.

As inscrições gratuitas e limitadas são feitas aqui: 
Ansião – 15 julho, 25 vagas _ https://bit.ly/busAnsiao
Figueiró dos Vinhos – 16 julho, 25 vagas _ https://bit.ly/busFigueiroDosVinhos
Proença-a-Nova – 17 julho, 38 vagas _ https://bit.ly/busProencaANova
 
Por fim, convém acrescentar que o ESPORO não se encerrará no dia 17 de Julho. Vai continuar a insistir, permanecer, semear. Em Setembro, terá lugar uma conferência sobre empreendedorismo cultural no interior, bem como uma publicação e um filme que reúne tudo aquilo o projeto gerou, numa reflexão que queremos fazer em conjunto com quem a nós se quiser juntar.

A tomar nota na sua agenda cultural da Região Centro, esta nova Rota Artística que promete vir a encantar-nos. •

+ ESPORO
© Fotografia de destaque: Sawu (ES)

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

You Might Also Like

No Comments

Leave a reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.