The Modernist Weekend / Faro

Nos dias 11, 12 e 13 de novembro, Faro recebe The Modernist Weekend, um fim de semana dedicado ao movimento arquitectónico, com visitas a casas privadas, passeios e um jantar temático.

É a primeira edição do evento que nasce de uma iniciativa privada para celebrar a arquitectura e o legado modernista existente no Algarve. The Modernist Weekend realiza-se entre os dias 11 e 13 de Novembro e promove passeios e visitas a casas privadas entre a cidade e a praia de Faro. É neste último cenário que vai acontecer uma exposição e um jantar, no Hotel Aeromar, um exemplo praticamente intacto do Modernismo da década de 70, do século passado.

Um dos grandes impulsionadores do Modernismo Algarvio foi Manuel Gomes da Costa (1921-2016). Nascido em Vila Real de Santo António, formou-se na Escola Superior de Belas Artes do Porto e influenciado por Oscar Niemeyer, Le Corbusier e Frank Lloyd Wright criou uma linguagem singular a partir das características da escola moderna, adaptadas às características locais. Entre 1953 e 2002, desenvolveu mais de 400 projectos, desde equipamentos públicos a habitação, por todo o Algarve, sobretudo, no Sotavento (entre Vila Real de Santo António e Faro).

A Casa Gago, de 1955, é uma das obras mais emblemáticas de Manuel Gomes da Costa e uma das propriedades privadas que vai ser possível visitar. Edificada em 1955, foi uma encomenda de Alfredo Gago Rosa, um emigrante que fez fortuna na Venezuela, que ao regressar à sua cidade natal quis construir uma casa inovadora nos materiais, moderna na forma e na relação entre o interior e exterior. Na altura, o arquitecto, com 34 anos, foi-lhe recomendado por um amigo por ter potencial para fazer um projecto original. A obra tornou-se numa das mais icónicas da cidade de Faro.

The Modernist Weekend passa também pela Casa Rua de Berlim, de 1955, propriedade de uma família local. Em toda a rua, Gomes da Costa assinou várias moradias unifamiliares, naquele que era um dos melhores bairros da cidade. No conjunto, Gomes da Costa demonstra o engenho com que adapta as regras redutoras do modernismo às características locais.

Também a Casa 1923 abre as suas portas para o evento, caso único de Arte Nova com elementos decorativos Art Deco, em Faro. Em 2022, a PAr – Plataforma de Arquitectura (premiada com Architizer Awards Jury Winner e Best for Green Practices & Sustainability from the Condé Nast Johansens Awards) interveio na recuperação e ampliação do edifício sem comprometer a sua identidade e co recurso aos saberes e materiais tradicionais da região.

Vai ser possível conhecer também o interior do alojamento local The Modernist, o páteo e o rooftop. Obra de Joel Santana, de 1977, é actualmente propriedade de Angélique e Christophe de Oliveira (Angie e Chris), organizadores do programa The Modernist Weekend. O casal adquiriu o edifício no n.º 27, da Rua Dom Francisco Gomes, em Faro, um prédio de três andares, que mantém “velhos moradores” no rés-do-chão – a livraria Bertrand e a loja da sorte Campeão – e ocupou três pisos com uma unidade de alojamento local, dividida em seis apartamentos, dois por piso. O projecto de revitalização do edifício ficou a cargo da PAr – Plataforma de Arquitectura, que fez do “prédio mais feio de Faro”, como antes
era conhecido, num ícone do Modernismo Algarvio e que tem contribuído para valorizar esse legado único.

As visitas e os passeios estão limitados a 15 participantes e é necessária inscrição prévia. As Open Houses têm a duração de 1h; os walking tours, duram 2h. As receitas de ambas as actividades revertem para a preservação e valorização do património. Angie e Chris, a viverem no Algarve desde 2018, querem passar o seu entusiasmo com o património que encontraram no território: “Queremos partilhar e promover o conhecimento sobre a excepcional e desconhecida herança da arquitectura modernista em Faro.”

Junta-se ao evento o britânico Richard Walker que apresenta uma obra desenvolvida para The Modernist Weekend, inspiradas pelo Modernismo Algarvio. A exposição vai estar patente no Hotel Aeromar e a entrada é livre.

Dia 12 de Novembro, realiza-se o jantar temático “Back to the 70th”, no hotel Aeromar. Os participantes vão ter oportunidade de visitar o estabelecimento guiados por Gonçalo Vargas, curador da Exposição de 2009, “MGC – Moderno ao Sul” – actualmente patente no Arquivo Distrital de Faro. O edifício mantém-se praticamente intacto e é possível conhecer as soluções arquitectónicas adaptadas ao contexto local da altura. O hotel, com vista para a Ria Formosa, é um convite a uma viagem no tempo e dá o mote para o jantar, limitado a 50 comensais.

A tomar nota. A participar se estiver por Faro, nestes dias. •

+ The Modernist Weekend
© Fotografia: Aeromar, DR.

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.