António Chainho / Conservatório

António Chainho celebra, neste ano de 2015, as bodas de ouro de um casamento apaixonado com a Guitarra, sua companheira de sempre, com quem fez todo o seu percurso de vida.

E estas boda de ouro vão passar por Coimbra, pelo Conservatório de Música, esta semana. Dotado de rara sensibilidade e invulgar capacidade técnica, que todos sentimos à flor da pele, partilhou desde muito cedo a sua arte com o público e percorreu como acompanhante, a solo ou com inúmeros convidados, os palcos do mundo, divulgando a Guitarra Portuguesa num abraço de culturas entre a sonoridade única da nossa Guitarra de doze cordas com a de outras vozes e instrumentos emblemáticos dos diversos espaços em que atuou.

O novo trabalho, “Cumplicidades”, onde junta muitos e grandes amigos, e uma tournée na qual colaboram as cantoras Ana Vieira e Filipa Pais ao vivo, comemoraram e homenageiam os magníficos 50 anos de carreira do Mestre, para quem a Guitarra Portuguesa representa bem mais do que o instrumento que acompanha a voz do fado: “Durante muitos anos, a Guitarra Portuguesa esteve subjugada ao fado. Foi necessário libertá-la e acho que consegui”.

Com este enorme músico, a Associação do Amigos do Conservatório de Coimbra – A2C2 – despede-se de mais uma temporada da primavera, das Quintas do Conservatório, e marca encontro para a temporada de outono com propostas aliciantes ao encontro de mais cumplicidades musicais. Ficha técnica para este concerto: António Chainho – guitarra portuguesa; Ciro Bertini – baixo e acordeão; Tiago Oliveira – viola de fado; Diogo Melo Carvalho – percurssões; Ana Vieira – voz; Filipa Pais – voz.

Um concerto a ir, esta quinta-feira, dia 28 de maio, pelas 21h30, em Coimbra. •

+ Conservatório de Música de Coimbra
+ A2C2
© Imagem: pormenor do cartaz de divulgação.

Partilhe com os seus amigos:

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.