Festival de caminhadas convida a percorrer o Vale do Tua

A segunda edição do Tua Walking Festival alia o pedestrianismo a atividades de descoberta desta área protegida de Trás-os-Montes, através de caminhadas em trilhos homologados, nos concelhos de Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor. 

O Vale do Tua é um tesouro que se oferece generosamente a quem o quiser descobrir, com respeito pela riqueza da sua natureza, cultura e gentes. Longe das multidões e de encenações para receber turistas, este território autêntico convida a percorrer os seus recantos, passo a passo, desde os percursos ribeirinhos às subidas às montanhas, onde as vistas panorâmicas ajudam a recuperar o fôlego.  

É precisamente para proporcionar esta experiência de descoberta que o Parque Natural Regional do Vale do Tua (PNRVT) promove a segunda edição do Tua Walking Festival, uma iniciativa que começa já no mês de março e decorre ao longo de cinco fins de semana.

Com o programa organizado pela empresa PortugalNTN, em parceria com os municípios desta área protegida transmontana, o festival de caminhadas arranca no fim de semana de 23 e 24 de março, em Mirandela. No primeiro dia, há um seminário subordinado ao tema “Pedestrianismo e Desenvolvimento dos Territórios”, acreditado como ação de formação. No segundo dia, decorre a caminhada pelo Caminho Português de Santiago do Este e PR3 MDL – Trilho Entre Rios.

O calendário prossegue a 13 e 14 de abril no concelho de Carrazeda de Ansiães; a 25 e 26 de maio em Vila Flor; a 13, 14 e 15 de setembro em Alijó; e a 5 e 6 de outubro em Murça.

Tal como na primeira edição, em todos os concelhos, o sábado é reservado para atividades recreativas e culturais, designadamente visitas ao património, provas de vinhos e de produtos locais, workshops, espetáculos musicais, observação de estrelas e pequenas feiras de produtos da terra. No domingo, realiza-se uma caminhada, num dos 12 percursos do Parque Natural que estão homologados pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

A criação desta rede de trilhos foi o primeiro grande investimento na área do Turismo de Natureza efetuado pelo PNRVT. «Este Festival é a forma de rentabilizar esse investimento», sustenta Domingos Pires, responsável pela PortugalNTN.

A ideia subjacente ao formato do programa é atrair pessoas de fora do território e motivá-las a dormirem, pelo menos, uma noite na região. A iniciativa acontece na época baixa, com interrupção durante o verão, para impulsionar animação do território e combater a sazonalidade da procura turística.

Depois do sucesso da edição de estreia, em que todas as caminhadas tiveram lotação esgotada, a organização aumentou de 150 para 250 o número limite de participantes em cada um dos percursos. «Uma das novidades é o aumento do número de inscrições até ao limite que não comprometa a qualidade e as questões ambientais, que devemos e queremos acautelar», revela o diretor do PNRVT, Artur Cascarejo.

Para reduzir o impacto ambiental e promover a sustentabilidade, em vez da distribuição de garrafas de água, este ano vão ser colocadas boxes ao longo do percurso, para que os participantes possam abastecer os seus próprios recipientes reutilizáveis. 

A inscrição pode ser feita em cada um dos fins de semana ou em simultâneo nos cinco momentos do festival. Para residentes no PNRVT, o valor cifra-se nos 15 euros para adultos e 7,5 euros para crianças, enquanto para não residentes é de 20 euros para adultos e 10 euros para crianças, dando acesso à participação nos dois dias de atividades, incluindo a caminhada com almoço no final, t-shirt e seguro. As inscrições e os programas individuais de cada um dos concelhos estão disponíveis em www.parque.valetua.pt


© Fotografia: DR

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.