“O papel dos rótulos nos vinhos portugueses”
design at wine

Este é o ponto de partida do novo projeto Design at Wine, que reúne, a 27 de junho, na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, quatro nomes ligados ao design e ao vinho. O tema é “O papel dos rótulos nos vinhos portugueses” e o objetivo consiste em valorizar o design, “porque os olhos também bebem.” 




Bernardo Gouvêa, presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Rita Rivotti, CEO da reconhecida agência de design no universo dos vinhos, Frederico Duarte, crítico de design, curador e docente da FBAUL e Rita Soares, CEO Herdade da Malhadinha Nova, em Albernoa, no distrito de Beja, vão sentar-se em redor de uma mesa, para debater “O papel dos rótulos nos vinhos portugueses”. A conversa promovida pelo recém-criado projeto Design at Wine está marcada para as 10h00, do dia 27 de junho, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. A moderação está a cargo de Patrícia Serrado, jornalista da revista Mutante. 

Até que ponto o design exerce influência no mundo do vinho? Quem já não comprou uma garrafa de vinho por causa do rótulo? Corresponderá o rótulo ao posicionamento do respectivo vinho? Estas e outras questões estão em cima da mesa durante a tertúlia. O objetivo desta mesa redonda é, acima de tudo, valorizar o design. Os presentes vão falar sobre os desafios, as competências e as estratégias do designer, mas também dos produtores, face à garrafa e aos rótulos de vinho, refletir sobre relação entre o vinho e o rótulo, discutir a convergência entre o design de comunicação e o visual, envolver os designers nesta matéria e fomentar a sua relação com os produtores de vinho, perceber até que ponto a identidade de um vinho é preponderante para o consumidor e como pode essa mesma identidade “comunicar” com quem escolhe uma garrafa para partilhar em casa ou oferecer a alguém.

O ponto de encontro da mesa redonda é às 09h45. A sessão está aberta a todos!

O porquê do debate

A cultura do vinho tem uma longa história no nosso país e o sector vitivinícola representa um papel económico relevante, seja no contexto social, seja no âmbito do turismo. 

Apesar da enorme diversidade de referências vínicas que, quase todos os dias, surgem no mercado, e, consequentemente, da quantidade de rótulos que vão surgindo, sobretudo quando se tratam de novidades e de mudanças de imagem, é preciso refletir sobre esta constante ordem de criar. Na génese desta reflexão estão a questão cultural e a comunidade, mas também o conhecimento face ao visual e o poder de crítica, daí a necessidade de mostrar o que designers, ateliers e agências têm vindo a fazer neste campo. Até porque são raras as vezes que estes profissionais são dados a conhecer, tendo eles um papel decisivo na concepção do rótulo e, casos há, no momento da compra.

Mas o que é o Design at Wine?

Trata-se do recém-criado projeto de João Manaia Rato, designer de comunicação, fundador e diretor da revista Mutante, e de Suzana Parreira, docente do Departamento de Design de Comunicação da FBAUL e autora do blogue “Gourmets Amadores”, no qual o vinho tem sido explorado pela sua pena no contexto gastronómico.

“O projeto Design at Wine explora a relação entre design e vinho, em particular no lugar ocupado pelos rótulos na identidade da garrafa e da sua comunicação. Para mim, estudar a contribuição do Design de Comunicação no mundo dos vinhos assume-se como um desafio relevante, na procura de diálogo entre os diversos intervenientes (designers, produtores, instituições) e de uma reflexão sobre as mais-valias da associação entre design e vinho”, explica Suzana Parreira.

Para João Manaia Rato, “o projeto Design at Wine é o resultado de um longo período de estágio. Entre borras finas e repastos, onde as conversas, que invariavelmente, acabavam em troca de ideias sobre tudo o que de visual nos rodeava só podia dar nisto. Sem, verdadeiramente o sabermos, a génese estava lá e a intenção de fazer nascer um projeto de reconhecimento do trabalho dos designers de rótulos, assente num concurso, foi apenas a primeira ideia”. Portanto, “falar sobre “O papel dos rótulos nos vinhos portugueses” é o primeiro ato”, até porque está já consolidada a associação com o CIEBA (Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes) da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, com o “objetivo de gerar massa crítica e construir uma memória visual, contribuindo deste modo para a valorização de um produto bem enraizado na cultura portuguesa, da terra à mesa, numa bela e bem ‘vestida’ garrafa”, esclarece o designer de comunicação.

A mesa redonda, agendada para 27 de junho, na FBAUL é apenas o ponto de partida deste projeto. O concurso nacional de rótulos de vinhos é o próximo passo. Organizado por João Manaia Rato e Suzana Parreira e realizado em parceria com a revista Mutante, este desafio culminará com a publicação de um livro em 2024.

Estão convidados!

Página do concurso: www.mutante.pt/design-at-wine

Para mais informações contacte design@mutante.pt

#designatwine

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.