Ponte de Lima dedica fim de semana ao arroz de sarrabulho

O Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima é a estrela, durante este fim de semana, em três dezenas de restaurantes limianos. O prato acaba de ser classificado como Especialidade Tradicional Garantida a nível nacional.

Ponte de Lima promove, entre hoje e domingo, um fim de semana gastronómico dedicado ao arroz de sarrabulho. A gastronomia alia-se a um programa de animação, prometendo atrair milhares de visitantes a esta vila do Alto Minho.

O vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Sousa, refere que o evento pretende «promover a excelência do arroz de sarrabulho como um dos grandes ex-líbris gastronómicos de Ponte de Lima, da região e de Portugal». 

«Ponte de Lima vai ter um fim de semana em grande para receber os largos milhares de visitantes que esperamos acolher», afirmou este responsável autárquico com o Pelouro do Turismo, na apresentação do programa à comunicação social.

Na parte da animação, destaque para o showcooking que decorre amanhã, dia 27, às 16h00, no qual o chef Álvaro Costa ensina a fazer Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, numa sessão que inclui harmonização com Vinhos Verdes. Ao longo de todo o fim de semana vai haver animação de rua, incluindo, no domingo, dia 28, a partir 15h30, no Largo Camões, os tradicionais cantares ao desafio. 

A iniciativa tem como motivo de interesse adicional a oficialização da classificação a nível nacional do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima como Especialidade Tradicional Garantida (ETG), que ocorreu no passado dia 17. Em breve deve acontecer o reconhecimento por parte da União Europeia, fazendo com que este venha a ser o segundo prato português contemplado com esta proteção, depois da Sopa da Pedra de Almeirim.

O vereador considera a atribuição desta insígnia «um grande salto» para a preservação do receituário e para a valorização da iguaria, contribuindo para a «rentabilidade e sustentabilidade» de um setor que é «muito importante para a economia local».

Quando chegar a certificação europeia, vai avançar a colocação de um selo nos restaurantes que se comprometerem a confecionar este prato de acordo com a receita tradicional. «O selo vai dar a garantia a quem quiser apreciar este prato que está a comer um verdadeiro Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima», declara Paulo Sousa.

Por seu turno, a presidente da Confraria Gastronómica do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, Cristina Mendes, revela que já foi constituído um organismo de controlo, que vai fazer auditorias aleatórias para verificar o cumprimento dos procedimentos por parte dos restaurantes. Para além desta vertente de natureza técnica, clientes mistério vão visitar os estabelecimentos para aferir a qualidade do prato.

Como explica o Caderno de Especificações, o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima designa um prato que se «apresenta com duas partes distintas»: arroz cozido num caldo de carnes variadas ao qual é adicionado sangue de porco e os vulgarmente designados Rojões à Minhota, que incluem obrigatoriamente rojões de porco, beloura, chouriça de verde e tripa branca, acompanhados por batatas e castanhas alouradas. A recomendação é que seja harmonizado com vinho da casta Vinhão.

Esta comida «iniciou o seu caminho na restauração no início do século XX, pela mão de uma famosa cozinheira, Clara Penha, e afirmou-se nas ementas diárias de Ponte de Lima, pela mão de uma sua sobrinha, Belozinda Varela, herdeira ciosa dos seus saberes e fiel perpetuadora deste prato único», acrescenta o mesmo documento.

A Câmara Municipal inicia, assim, com o prato mais famoso do concelho, a iniciativa “Ponte de Lima à Mesa”, que prevê o Fim de Semana Gastronómico do Domingo Gordo, de 9 a 11 de fevereiro; a Feira 100% Limiano, de 23 a 25 de fevereiro; o Fim de Semana Gastronómico do Bacalhau de Cebolada, de 15 a 17 de março; e o Fim de Semana Gastronómico da Lampreia, de 12 a 14 de abril.

Durante este fim de semana, as unidades hoteleiras aderentes ao projeto atribuem um desconto de 10% no alojamento, nas noites de hoje e amanhã, enquanto na restauração, os restaurantes aderentes oferecem um leite-creme por dose, nas refeições de amanhã e domingo.

Legenda da fotografia de entrada: Maria do Céu Borges prepara o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, numa homenagem que a Confraria Gastronómica do Sarrabulho dedicou a esta cozinheira

© Fotografia: Miguel Viegas

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.