Cheira bem, cheira a chocolate no Chiado / Arcádia

O n.º 72 da Rua da Misericórdia, em Lisboa, tem um novo inquilino, também ele com uma variedade imensa de produtos feitos a partir do fruto do cacaueiro. Quem vai resistir?


A portuense Arcádia, fundada em 1933, tem um novo espaço no coração Lisboa, desta feita, no emblemático Chiado. No interior, encontra as novas tabletes e tiras de chocolate, com destaque para as versões chocolate de leite com caramelo salgado ou com manteiga de amendoim, ou chocolate branco com trufa de maracujá. 


A escolha torna-se ainda mais difícil quando nos deparamos com a a deliciosa gama infantil relançada em Junho, para apoiar a Associação A Casa do Caminho, em Matosinhos. As caixas exibem os desenhos feitos pelas crianças desta instituição na fábrica, visita durante a qual moldaram chocolates, pintaram amêndoas e deram azo à imaginação, tornando-a mais colorida. Pela compra de cada caixa de chocolates cinco por cento do valor da comercialização reverte para A Casa do Caminho.


Línguas de gato e sardinhas de chocolate são, certamente, outra das perdições dos amantes… de chocolate. Quem se recorda das encantadoras drageias de licor? Há-as em forma de laranja, morango, frutos diversos, legumes. E os bombons? São duas mãos cheias destas icónicas guloseimas de chocolate ora com uísque, aguardente velha ou, claro, Vinho do Porto.

Aos que gostam de aliar o chocolate ao gelado, fica a recomendação para provarem os gelados artesanais da Arcádia e o chocolate quente, que combina tão bem com os dias frios que já se fazem sentir.

É de lembrar que a Arcádia pertencente, desde o início, à família Bastos, é uma referência nacional. Com a fábrica situada no centro da cidade do Porto, mantém a tradição do seu receituário e na sua imagem que, ainda hoje, conquista os apreciadores de tão doces produtos. 

Agora é ir à nova loja, mas não vale ficar pela montra!



+ Arcádia
© Fotografia: João Pedro Rato


Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.