Está declarada aberta a época da lampreia

Melgaço prepara-se para a especialidade mais aguardada da cozinha minhota. Um desafio acrescido com uma mostra das demais iguarias da região, com o vinho na proa e a promessa de um programa de actividades a experimentar.

Nos fins de semana entre 15 de Janeiro a 15 de Abril, 14 restaurantes da vila raiana de Melgaço serão palco do receituário que tem a rainha do Rio Minho como protagonista. Com arroz ou estufada – sendo esta designada de “à bordalesa” –, de cabidela, marinada em vinho verde tinto, ensopada e servida com pão frito ou seca, serão estas as especialidades confeccionadas para os apreciadores de lampreia e os ávidos a conhecer tão aguardada iguaria, no âmbito da 8.ª edição de Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência, a qual abrange os demais concelhos do Vale do Minho – Monção, Valença, Paredes de Coura, Vila Nova de Cerveira e Caminha.

No alinhamento da gastronomia, a vila raiana propõe, ao longo destes três meses, visitas a lugares em que a casta Alvarinho predomina no copo, assim como o porco bísaro, a raça autóctone da região que, confeccionada a preceito, “faz crescer água na boca”, e onde a produção de queijo artesanal faz as delícias de miúdos e graúdos.

Mesas à parte, o melhor é (re)descobrir a a fauna e a flora, a começar pela Porta de Lamas de Mouro, à entrada do Parque Nacional da Peneda-Gerês, e a terminar na Rota da Lampreia, o pretexto devido para testar a adrenalina e a resistência com o apoio do Grupo Melgaço Radical que, dentro e fora de água, dará a conhecer as maravilhas da Natureza. Em lista constam também as actividades de montanha, a Rota do Lobo e o Rafting no Rio Minho.

Para os amantes da cultura e da História, há cinco espaços a incluir neste roteiro que resultará, de certo, em um fim-de-semana em cheio (aceda ao programa aqui)!

(Leia a reportagem “Pegada Zero: Da mesa à natureza vai um passo”)

+ Câmara Municipal de Melgaço
© Fotografia: João Pedro Rato

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.