RESTAURANTES, TABLE 0

Da costa alentejana à raia portuguesa, um roteiro gastronómico em três tempos

Alentejo, Vila e Campo. Eis a viagem pela maior região de Portugal feita através da trilogia de Pedro Mendes, chef do renovado Narcissus Fernandesii, restaurante do Alentejo Marmòris Hotel & Spa, na poética Vila Viçosa de Florbela Espanca.


Sala de estar do Alentejo Marmòris Hotel & Spa


A entrada privada, pelo interior do Marmòris Hotel & Spa, para o Narcissus Fernandesii evidencia os dourados. A boa nova comunga com o painel em mármore composto por narcisos, junto à mesa do chef, agora instalada sobre o chão forrado com o mesmo tipo de rocha compacta. O efeito de luz, colocada em redor, confere luminosidade ao espaço, tornando-o mais intimista. Mas as novidades não ficam por aqui!

A equipa de cozinha está inteiramente dedicada ao Narcissus Fernandesii reservado, desta feita, apenas para os jantares de terça-feira a Sábado, sendo os pequenos-almoços servidos na ampla Sala Rosa, contígua à recepção. A mudança é visível na sala do restaurante que, agora, reflecte um trabalho mais fluido e harmonioso por parte de quem recebe e serve os comensais, em particular no serviço de vinhos.


Iniciemos o itinerário pelo menu Alentejo, de oito momentos, pela orla marítima, com os crocantes de algas, percebes e ervas marinhas, avançando terra adentro, com a cabeça de xara e os superlativos pães de bolota com enchidos da região, terminando com a esfera de gaspacho.

Após este teaser gastronómico, chega a vez do pão tipicamente alentejano, com 48 hora de levedura e feito, de fio a pavio, desde Junho de 2020, no Narcissus Fernandesii e cortado em frente dos comensais. Há simples, de algas e ervas marinhas ou de bolota, consoante a estação do ano, já que o pão de tomate é elaborado quando vinga o fruto tomateiro e o de cogumelos é confeccionado em época devida, assim como o de torresmos ou de azeitonas.


A manteiga com flor de sal e o piso alentejano acompanham divinalmente o pão, mas é a trilogia composta por ostras do Sado, alho francês grelhado e limão caviar que desperta o palato para pratos sérios, desta feita, feito de mar e de terra através de uma deleitante composição.


Os eternos pezinhos de coentrada servidos em cebola assado e acompanhados por tostas feitas a partir de pão de bolota são isso mesmo, inalteráveis e, consequentemente, memoráveis. O sabor e a textura fundamentam a explicação sobre este prato inspirado na receita tradicional homónima da cozinha alentejana.

A simplicidade do dueto constituído por ervilhas e ovo complementam-se com pó de trufa, para evidenciar os sabores, tornando este momento guloso do menu.


Um tributo ao Alentejo que nos leva, de novo, a mergulhar mar adentro com a tosta de algas e o caviar, acompanhados por um shot de kombu dashi (bebida tradicional da cozinha japonesa que consiste num caldo feito a partir da alga marinha kombu).


A mesma alegoria marítima acontece em cada garfada no prato do peixe do dia, com algas, ervas marinhas, berbigão e funcho. O mesmo é dizer sabor e frescura, atributos que nos remetem para as dádivas do Atlântico.


Pombo bravo servido com molho de chocolate Capri 100%, arroz integral e foie gras é prato para ficar, já que é feito – e bem feito – por sabores harmoniosos. Borrego, batata violeta, avelãs e favas submetem-se à temporada e ao gosto decisivo de combinações infalíveis.


Chocolcate, avelã, rosas e ouro sãos os ingredientes principais desta sobremesa presente nos três menus de assinatura do chef Pedro Mendes


A laranjeira da Vila, em homenagem a Vila Viçosa, é a sobremesa inscrita na lista de escolhas, que pode recair no quarteto formado por chocolcate, avelã, rosas e ouro, ou na deliciosa dupla de ameixas e pistácio.

Alguns destes pratos constam no alinhamento do menu Vila, de cinco momentos, no qual está o recomendado bacalhau composto pela tríade lombo, same e língua com poejo, grão e pil-pil, enquanto o menu Campo, também de cinco momentos, é definido por pratos vegetarianos, a descobrir.

Agora é reservar hotel e mesa, e ir. Bom apetite!

+ Alentejo Marmòris Hotel & Spa

© Fotografia: João Pedro Rato

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

You Might Also Like

No Comments

Leave a reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.