Dão by Lúcia Freitas, uma homenagem de Baco ao universo feminino

“Uma ideia. Um sonho. Um convite.” E mil garrafas depois eis o Dão by Lúcia Freitas, com ilustração do artista português André da Loba, o resultado de um conceito criado pelos mentores do blog Bebes.Comes.

A ideia de Joana Marta e Pedro Moreira, co-autores do blog Bebes.Comes, era criar um vinho. Um vinho do Dão, a região vitivinícola eleita para este primeiro passo no universo de Baco, cujo legado nascesse das mãos de uma mulher para o mundo, daí o desafio apresentado à enóloga Lúcia Freitas, pelo reconhecimento que tem somado na dita região vitivinícola e, a posteriori, “pela sua capacidade de introduzir o carácter jovem, fresco e moderno desejado, tanto para o vinho como para o projecto”, acrescenta a dupla de autores do já referido blog e mentores deste conceito.

Assim nasce, do universo digital para o mercado do vinho o Dão by Lúcia Freitas, que é feito a partir das castas Encruzado (85%) e Cerceal (15%) colhidas em 2013, uma edição limitada a mil garrafas, as quais foram submetidas a uma prensagem em prensa pneumática com quatro horas de maceração pelicular fermentando, depois, em cubas de inox com temperatura controlada, e a battonage, além de um estágio de nove meses em barricas usadas de carvalho francês.

“Sinceramente não tivemos grande dificuldade em implementar a ideia, porque estamos a trabalhar com pessoas com quem nos damos bem e que desde logo acreditaram no nosso projecto. O que não quer dizer que não seja algo que nos ocupe com muito trabalho e que não nos tenha já dado algumas chatices e preocupações. Alguns ‘erros’ iniciais normais de quem avança com um projecto destes pela primeira vez.” A resposta foi dada, uma vez mais, por Joana Marta e Pedro Moreira, os mentores deste conceito, em relação ao qual dizem querer dar continuidade, batizando-o de “Collection”. Objetivo: “Convidar enólogos ou produtores de terroirs diferentes para, em parceria, criarem vinhos singulares, inspirados no conceito de comunicação do blog e seus seguidores.”

A juntar a Baco, porque a companhia conta – e muito – são desafiados ilustradores, no sentido criar rótulos diferenciados e, em simultâneo, “dar mais visibilidade à criação artística”, uma mais-valia em crescendo no meio enófilo dos dias de hoje. Aqui entra em cena André da Loba, artista português escolhido para conceber o rótulo, no mínimo, singular deste Dão by Lúcia Freitas, “a quem foi pedido que se inspirasse no universo feminino, como uma forma de ‘homenagear’ as muitas seguidoras do blog Bebes.Comes.” O resultado está à vista e a apresentação coube a Margarida Girão (leia o artigo de Maria Pratas a Margarida Girão aqui), também ela exímia ilustradora sempre de tesoura, cola e papéis em riste.

Agora vamos por partes. Lúcia Freitas nasceu no Dão e, desde sempre, manifestou a paixão pela vinha e pelo vinho. Talvez daí a formação académica em Química e o facto de, em 2005, ter ido trabalhar na Dão Sul – primeiro no laboratório da Quinta de Cabriz e, depois, nas vindimas, que a levou a descobrir a sua verdadeira vocação, a enologia. Em 2010 é distinguida pelo jornal O Público como uma das dez enólogas mais influentes de Portugal e, um passado um ano, junta-se a Carlos Lucas e a Carlos Rodrigues, na a Magnum Vinhos. Em 2014 conquistou o prémio de jovem agricultora do ano.

Quanto a André da Loba, natural de Aveiro, onde concluiu o curso de design gráfico, o reconhecido ilustrador seguiu para Barcelona, Espanha, a fim de tirar uma pós-graduação na área, e para a School of Visual Arts, em Nova Iorque, EUA, onde viveu durante alguns anos, colaborando com o The New York Times, The Washington Post, The Boston Globe, Newsweek, Time Out Magazine, entre outros e da qual traz a soma de várias distinções internacionais, como a da Sociedade de Ilustradores de Nova Iorque. Já dentro de portas, conta com as colaborações na Companhia das Letras, na Porto Editora, na Caminho, na Lupa Design ou na Calouste Gulbenkian Foundation.

Voltando ao Dão by Lúcia Freitas (€16,50), o vinho encontra-se disponível para venda em garrafeiras – Adega Latina (Aveiro), Garrafeira Tody (Setúbal), Garrafeira Estado d’ Alma (Lisboa), Vícios Campestres (Coimbra) –, restaurantes – Rei dos Leitões (Mealhada, Aveiro); Ode Porto Wine House (Porto), Shiko – Tasca Japonesa (Porto), Dux (Viseu e Coimbra), Canastra do Fidalgo (Ílhavo, Aveiro), O Antigo Carteiro (Porto), Restaurantes do chef Rui Paula –, e online em bebespontocomes.tictail.com.

Brindemos! •

+ Bebes.Comes
© Ilustração: Margarida Girão

Partilhe com os amigos:

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.