RESTAURANTES, RESTAURANTES LISBOA, TABLE 0

É a massa? É a pizza? É o queijo!

A cozinha do La Expo Dolce Vita é inspirada no antigo receituário italiano, confeccionada por uma equipa treinada a rigor e ao gosto do seu proprietário.


O restaurante abriu portas em 2013 e retomou a movida um ano depois com Adrien Silva, futebolista, à frente do marcador. Em conjunto com o pai, Manuel Silva, e o gerente do La Expo Dolce Vita – restaurante localizado no Parque das Nações, em Lisboa –, Fernando Costa, decidiu prosseguir com a aposta na comida tradicional italiana, de conforto, consultando livros e esmiuçando cada receita, com destaque para a spaguetti alla chitarra ou a tortellini in boddo, por exemplo. O passo seguinte foi escolher quem iria trabalhar.


Josselino Gomes é um dos pizzaiolos do La Expo Dolce Vita


Determinado a apoiar quem mais precisa, Adrien Silva delega em Fernando Costa a tarefa de selecionar cada elemento da equipa, desde os bastidores à sala, passando pela cozinha. A formação foi imperativa para a integração de uns e a experiência de trabalho de outros tida em conta para complementar os conhecimentos apreendidos, com destaque para Josselino Gomes e Carlos Panzo, os dois pizzaiolos que, durante cerca de 18 meses, foram ensinados a manusear a massa das pizzas com um profissional.

Há que falar também de Carla Henriques, com duas décadas dedicadas à cozinha e que denota o gosto em pôr as mãos nas massas frescas chegadas de Itália para as rechear, quando é preciso, e confeccioná-las al dente, ou de Manuel Brito, chef de longa data, sem esquecer Hélio Gomes, o expert em risotto, nem de Sónia Gomes e Anilda Monteiro, nomes indissociáveis às sobremesas feitas nesta casa.

A qualidade da matéria-prima foi outro dos aspectos enaltecidos entre Adrien Silva, Manuel Silva e Fernando Costa. Depois de vários e morosos ensaios com uma panóplia de produtos, decidiram pelos de origem italiana, mas a nacionalidade francesa também está representada pela Maestrella.


Pão de pizza com alho, manjericão e parmesão é a entrada emblemática deste espaço de restauração


A Maestrella produz, anualmente, cerca de 50 mil toneladas de queijo Mozarela muito requisitado pela equipa do La Expo Dolce Vita, sobretudo pelos dois pizzaiolos, já que é utilizado em todas as suas pizzas e no pão de pizza com alho, manjericão e queijo, sugestão de entrada da carta deste restaurante.


Pizza dell’Amore com queijo Mozarela da Maestrella, tomate salame picante, rúcula e parmesão


O queijo de cabra que é ralado sob o Ravioli Santiago, prato criado em homenagem a um dos filhos de Adrien Silva, também é da Maestrella, bem como o Mozzarella di bufala que entra na composição da pizza Bufala ou na salada com tomate, manjericão e molho de pesto, escolha que se deve à sua textura e sabor singulares. Ou seja, os produtos desta marca proveniente de França conquistaram o palato deste trio de comensais exigentes ou não tivessem estado já qualquer um dos três em Itália e, por isso, conhecerem bem a comida daquele país, graças à consistência da textura e do sabor de cada um.


Queijo mascarpone, bolacha de champanhe, café, chocolate e licor são os ingredientes-chave deste Tiramisu


Termine o repasto com o Tiramissu “de comer e chorar por mais”, graças ao creme mascarpone confecionado como manda a cartilha da cozinha italiana ou, simplesmente, o mascarpone com morangos.


A mesa está posta na esplanada do restaurante


Apesar dos 185 lugares, incluindo a esplanada, recomenda-se a reserva no La Expo Dolce Vita, aberto diariamente ao almoço e ao jantar. Agora é escolher: no interior ou na esplanada?

Bon appétit! •

+ Maestrella
+ Maestrella no Facebook
+ Maestrella no Instagram
+ Dreamplus
+ Dreamplus no Facebook
+ Dreamplus no Instagram
© Fotografia: João Pedro Rato e Ricardo Junqueira

Já recebe a Mutante por e-mail? Subscreva aqui.

You Might Also Like

No Comments

Leave a reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.